Jornalistas substituem operadores de áudio na Rádio Bandeirantes


Em sua conta no Twitter, a emissora confirmou
a nova função de alguns funcionários
Há quase dois meses, alguns jornalistas da  Rádio Bandeirantes de São Paulo, passaram a operar a mesa de áudio no estúdio da emissora. Dentro das rádios do Grupo Bandeirantes de Comunicação, isso já acontece no segmento jornalístico desde a fundação da BandNews FM em 2006 por exemplo, depois veio a Rádio Trânsito e depois a finada Bradesco Esportes. Operar e fazer a locução, é comum no fm, mas é pouco  comum nas chamadas emissoras jornalísticas. O "novo rádio", está exigindo cada vez mais que o profissional tenha múltiplas funções. Dessa forma, desaparece  a função do operador tradicional de mesa/áudio. Além de operar a mesa,  o jornalista tem que  apresentar, produzir, checar, editar e fazer a reportagem ou cometário simultaneamente. Desde 2007 , jornalistas das emissoras do Sistema Globo de rádio (Globo e CBN) , editam suas matérias em ilhas montadas na redação e outras emissoras espalhadas pelo Brasil já fazem o mesmo. A função do operador/ apresentador é comum para o radialista desde a existência do FM,  agora esse modelo  chega com tudo no jornalismo geral,  e será irreversível. A tendência fortíssima é que a maioria das emissoras ou Grupos de Comunicação adotem modelo, o desafio maior das emissoras será manter a mesma qualidade  no ar, e dos sindicatos verificar a legalidade e principalmente se haverá reajuste compatível com a nova função.  
Com as inovações tecnológicas cada vez mais rápidas e a necessidade de diminuir os custos das empresas, esse cargo específico de técnico de áudio será extinto, a exceção (por enquanto),   fica com a função de  operador de Central Técnica, o coração da emissora  ainda precisa de profissionais especializados.
Ricardo Capriotti, Coordenador de Esportes
e apresentador, também opera a mesa de áudio
durante o programa de esportes.
Ao fundo estão Fábio Piperno e Vinícius Bueno
No Departamento de Esportes, estão operando a mesa de áudio: Ricardo Capriotti,  Bernardo Ramos, Roman Laurito, João Paulo Cappellanes e Umberto Ferretti. Segundo apurou a coluna, todos estão  recebendo salário adicional pelo acúmulo de função. No jornalismo da emissora operam a mesa do estúdio os jornalistas: Pedro Campos, Thays Freitas, Luiz Megale e Caetano Cury, apresentadores de programas como Pulo do  Gato, Primeira Hora, Gente e 90 Minutos. Nesse primeiro momento de " aprendizagem", sempre há um operador responsável para orientação e eventuais dúvidas. Recentemente a RB demitiu operadores de áudio,  entre eles Nelson Wolter, funcionário que estava há bastante tempo na emissora. Outros técnicos foram direcionados em outras áreas do departamento.  A coluna enviou email para a assessoria de imprensa do Grupo no último dia 16 de outubro pedindo mais informações ou uma nota oficial a respeito do assunto, mas até o momento não obteve resposta.
Fotos: Divulgação RB e  Instagram @Ricapriotti

Postagens mais visitadas